EMBARQUE IMEDIATO Peru

VIAGEM SURF PERU SECRETO compartilhada por Terence Schauffert

A mística Machu Picchu e a lenda do Cabitto de Totora, seria lá onde o Surf começou?

Sob a benção de Machu Picchu, entre o deserto do Sul do Peru e as águas geladas do Pacífico, existe uma lenda sobre o primeiro homem a surfar uma onda no planeta..

Há 5000 anos, em Chicama, onde nossa busca começou, o povo litorâneo era liderado por um Xamã. Nos rituais Xamânicos de iniciação a idade adulta, todo jovem de 16 anos era obrigado a entrar no mar de Chicama em condições extremas e conseguir sair sem ajuda de outros. Só assim se tornava homem, guerreiro.

Quem se recusava era forçada a tomar um chá alucinógeno e pular do penhasco “islitam”. Por ironia do destino, o mais jovem dos dois filhos do Xamã morria de medo do Deus Mar e se recusava a enfrentar a fúria de Chicama.

O Xamã buscou de todas as formas um meio de convencer seu filho a vencer o medo e construiu através de grande estudo, tecendo uma palha de junco que levara 90 dias para secar, algo entre uma prancha e uma canoa, que uma vez na água concebia uma flutuação segura.

 A lenda diz que o filho mais novo, ao estar retornando a praia, quase finalizando a iniciação, perdeu o remo e no intuito de avistá-lo no mar, ficou de pé no artefato. Por sua vez uma onda veio e impulsionou o jovem novo guerreiro… Sacramentando o inicio do surf… Nascia a lenda.

Alguns Havaianos a fim de tirar a história a limpo e não perder o posto na história trataram de averiguar esse mito de perto com a ajuda de um legitimo pesquisador. O resultado da pesquisa: Descobriram restos de uma tribo datados de 5000 anos e resquícios do junco dos tais Cabittos de Totora.

FREERIDERS, A BARCA PERUANA

Só um esporte de emoção visceral como o surf, é capaz de reunir pessoas com experiências e estilos de vida tão diversos, o psicólogo Zeca, o ator Cauã, o modelo Daniel, o alpinista Fabio, e o empresário Terence…

Destinos: Chicama, Pacasmayo e Talara.

Missão Final: El Hueco e Lobitos.

Depois de uma semana de risadas, água gelada, mitos&misticismo, perigo e muito surf, uma breve despedida no Rio de Janeiro deixava claro que um pedaço da gente agora ficou lá… Sob a benção de Macchu Picchu entre o deserto Sul do Peru e as águas geladas do pacifico. MAHALOS!!!

Você Pode Gostar

1 Commentário

  • Responder
    Alexandre
    20/12/2011 em 22:19

    Impressionante a história Tere, muito legal

  • Deixe uma mensagem

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.