Tag

Viagem

Palavras

MANIFESTO DO EXPLORADOR

Encontrei esse Manifesto, da rede Explora, que tem tudo a ver com o meu momento atual. Mas acho válido seguir seus passos (alguns bem desafiadores) sempre que nos deslocamos ou fazemos o movimento de sair da nossa zona de conforto. Para ler, reler e tentar reter… Dedico  esse post ao meu querido cunhado workaholic, com doses perigosas (até divertidas) de control, a beira do freak, consigo e tudo a sua volta… “Da vida a gente só leva a vida que se levou” … Não que eu seja do sonhador time da Ale, que concorda que viver ultrapassa todo o entendimento, mas, ” deixe-me ir, preciso andar, vou por aí… me procurar.”  E ainda volto, Pupa, até  antes de me encontrar. Saudades de todos!!

distante

DEIXE SUA CASA: Desconecte-se, abandone sua história e compreensão habitual das coisas por um momento. Quando não estamos presos a nossas próprias idéias e costumes, podemos conhecer e desfrutar melhor do novo.

6c4f96f5f02d03175f17e7b3323baa38
DESFRUTE DO CAMINHO: Não se fixe no destino final de sua viagem. Tente abrir-se ao que não havia previsto, ao inesperado, ao acidental. Aproveita as oportunidades. Mude os planos.

largem2

LEVE O NECESSÁRIO: O excesso de bagagem nos torna mais lentos e pesados, nos distrai e interfere na nossa relação com a região. Leve apenas o necessário e adequado. Não se preocupe tanto em proteger-se de todos os riscos possíveis. Quase sempre, o que se perde em conforto, se ganha em liberdade.

6
VÁ LONGE: Dentro dos limites do possível, sempre ocorrem fatos extraordinários. Todo o limite é o fim de algo e o começo do novo. Explore a fronteira de suas próprias forças e possibilidades.

large
ESQUEÇA O RELÓGIO: Trate de não predeterminar o começo e o fim dos eventos, deixe que eles durem o que precisem durar. Desfrute do transcurso natural do tempo. A percepção do tempo em uma viagem pode mudar.

Melissa_Findley-Tuula-Yokohama_Bay-17
CAMINHE: Sempre que for possível, prefira caminhar. Quando viajamos a pé tudo é visto e sentido com maior proximidade.

IMG_9056

DESVIE O CAMINHO: Os caminhos demarcados são trilhas que já foram percorridas por outras pessoas. Nem sempre o mais valioso está no trajeto mais transitado. Experimente abrir novos caminhos. Aventure-se, descubra.

IMG_1652
SAIA QUANDO ESTIVER CHOVENDO: Quando chove tudo é e se vê distinto do que quando há sol.

Portrait of a young Brazilian girl.
PERGUNTE: Questione como e por que as coisas que você está vendo chegaram a ser como são. A curiosidade nos mantêm alertas e em transformação permanente.

@lolacooks-04-613x613

EXPERIMENTE NOVOS SABORES: Em cada lugar, as comidas e bebidas, tem sabores, aromas e cores diferentes. Às vezes preparadas com receitas transmitidas de gerações a gerações. Dê-lhes a chance de surpreendê-lo.

179472239207386290_714372e895a0
NÃO PARE: O movimento nos mantêm  vivos e nos alimenta de novas experiências. Mova-se sem deter-se. A mudança de lugar abre novas possibilidades.

chrisshipmanKateJones1
PARE: As paradas são tão necessárias quanto o movimento. Detenha-se e respire profundamente. Olhe. Escute. Faça uma pausa. Desobrigue-se. Se der vontade, durma uma sesta, contemple a paisagem, leia um livro à sombra de uma árvore.

large-1
CONVERSE: Pará conhecer outras pessoas, nada como uma boa conversa. Estabeleça diálogos com moradores locais. Compartilhe suas idéias e crenças, fale sobre sua cidade e país de origem. Escute. Ponha seus preconceitos a prova.

sey1
ESCUTE AS HISTÓRIAS DO LUGAR: O presente se faz mais interessante e compreensível com os relatos do passado.

sey13

CUIDE DA NATUREZA: Faça com que sua passagem em cada lugar seja imperceptível para quem vier depois de você. Cuide da Natureza. As paisagens intocadas são um tesouro cada vez mais escasso.

EMBARQUE IMEDIATO Israel

PRIMEIRA VEZ EM ISRAEL – De TEL AVIV, para Mar Morto e Jerusalém

Untitled-3

Muito se ouve falar em Israel, turismo religioso, mar curioso, tensões, vida noturna, pegada gay friendly, mas pouco sabemos de fato. O que sempre despertou meu interesse era Tel Aviv, o Muro das Lamentações e o Mar Morto. Logo, não espere passeios e mais passeios históricos, religiosos ou guias complexos. Aqui apenas  dicas bastante pessoais do que gostei e impressões que tive (além de algumas furadas pra não repetir!):

Fomos no inicio de Maio via Paris com a companhia israelense El Al, e a única companhia do mundo com anti-míssil em seus aviões. Já deu pra imaginar a sensação de aventura. Ir para Israel não é exatamente uma viagem simples, dado seu histórico, foi preciso chegar 3hrs antes para responder a um verdadeiro inquérito, que a companhia faz com os passageiros, como se fosse inacreditável que alguém quisesse ir a Israel, apenas por turismo. Nosso caso, ainda nada convencional, uma brasileira cristã que namora um francês judeu, que se conheceram no Brasil, namoram o mesmo tempo que se conhecem, e moram um pouco cá um pouco lá,  foi ainda mais complexo! Depois  de repetidas perguntas feitas por diferentes funcionários, em um dado momento cheguei a imaginar que estavam me perguntando o que havia comido.. (juro, não comi porco!). Depois de algumas inspeções, liberados enfim para o voo, um dos funcionários quebra a tensão:  “É como um curso preparatório para Israel”.

ElAl

Dizem que essa é também a companhia mais rígida com a segurança, o que dificulta, mas uma das mais seguras do mundo. Os acentos econômicos plus são realmente diferenciados, não como no Brasil que parece que diminuíram os normais, para esses parecerem melhores. Num voo de 5 horas foram um conforto mais do que suficiente, e a comida uma boa surpresa, com pão pita, húmus.

Israel é um pais pequeno e atravessa-lo leva poucas horas, por isso decidimos ficar em Tel Aviv,  cidade mais cosmopolita e de lá visitar Jerusalém e o Mar Morto. Chegamos na sexta a tardinha, ou seja Shabbat, o que pode ser bem complicado se assim como eu, você precisar comprar alguma coisa com urgência. Nas primeiras 2 horas em Tel Aviv rolei de uma escada, e precisei de medicamentos. Bem, foram 3 horas até encontrar  uma farmácia funcionando. Embora os restaurantes abram normalmente, optaria por chegar um dia antes, evitando qualquer transtorno de chegada.

DICA V+A:

Israel 1

Outra coisa que você deve prestar a atenção são os feriados nacionais. Estávamos lá para o Dia da Independência, o que é super-legal, já que é muito recente e vivo na memória de todos, comemorado como um Ano Novo. Mas, um dia antes, é o dia do Memorial, um tributo a todos que morreram em batalha, e nesse data, nada, absolutamente nada funciona a partir da tarde, nem mesmo os restaurantes dos hotéis, o que pode ser bem complicado para um turista.

ALGUMAS CURIOSIDADES:

israel 2

  • Um dos lugares mais floridos que já estive, o que surpreende ainda mais por estar em meio ao deserto, achei de uma engenhosidade.
  • Observei mulçumanos, judeus, cristãos convivendo pacificamente uns com os outros, também não me aprofundei no caso, mas tudo parecia em paz, e o sentimento de segurança foi imediato.
  • Taxi é o que mais tem e não importa o lugar que você esteja, é só levantar a mão e contar dois segundos, ele vai estar ali, como um conto de fadas moderno.
  • O povo em geral tem um jeito de falar com uma entonação e energia que parece muito agressivo, e não me refiro a língua, mesmo falando em inglês sentia isso. Na verdade é apenas o jeito, todos são muito agradáveis e solícitos.
  • Indicaria Tel Aviv para todos os meus amigos homossexuais, nunca vi tanto gato, sarado gay, concentrados num lugar só em tão pouco tempo.
  • Ah, claro…  e negociar tá no DNA, então nem tenta.. existe uma piada que fala.. “Sabe como que você fica milionário em Israel? Chegue Bilhardário.”

TEL AVIV

israel 3

Balneário dos fraceses, principalmente do francês judeu, com voos diretos de 5 horas e um clima bem diferente, é destino certo nos meses de Primavera, melhor época já que no Verão é quente demais.

israel 8

A orla central de Tel Aviv lembra muito a orla de Copacabana, no Rio de Janeiro, se não fosse o mar mediterrâneo, praia de grande extensão com calçadão, muita gente se exercitando e hotéis de bandeiras tradicionais, como Sheraton, Carlton, em construções grandiosas e antiquadas, para não dizer, fachadas velhas e descuidadas. Por tanto, encontrar um hotel que você se identifique pode ser uma tarefa árdua, e nem sempre acertiva. Mas o V+A está aqui para te guiar por caminhos menos tortuosos:

ONDE FICAR

Hotel Hilton

israel 4

Se você pensa em aproveitar a praia, não abre mão de uma piscina (o que pode ser conveniente durante as altas temperaturas do verão, quando as águas dos oceanos também se aquecem), quer acordar com uma vista linda e brisa do mar, gosta de hotéis grandes e de serviço padrão, entre todos os hotéis da orla, hospede-se no Hilton. Achei a estrutura do hotel a mais bem cuidada de todas, com a piscina envidraçada para o mar de uma das praias mais charmosas. O hotel também fica próximo da Marina e se tratando da orla, os pontos mais interessantes estão por ali.

Hotel Montefiore

israel 5

Agora, se você é daqueles que adora bater perna por ai, quer desvendar cada canto de Tel Aviv, e adora hotéis menores, design, cheios de charme e autenticidade, hospede-se no Hotel Montefiore. Ele fica em uma rua tranquila, mas à passos do Boulevard Rotfield, detentor de boa parte do agito da cidade.

PRAIA PARA FRENQUENTAR

israel 6

Praia do Hilton,  na minha opinião a mais charmosa. Pequena, um pouco mais tranquila, com espaço maior entre as cadeiras, serviço prestativo. Também conhecida como o ponto GLS da orla.

israel 7

Caso você não faça parte da turma GLS ou não esteja acompanhada como eu,  e queira aproveitar a praia pra quem sabe, uma paquera… vá ate Gordon Beach, mais jovem e agitada. Ambas estão lado a lado, anda-se de uma para a outra tranquilamente, e você pode tirar suas próprias conclusões.

israel 9

BATER PERNA

Com certeza, em algum momento você vai andar pelo Boulevard Rotfield, acredito que mais durante a noite, indo de um restaurante para um bar. Durante o dia, por se tratar de um Boulevard com avenidas largas, não tive muita vontade, mas há diversos cafés que provavelmente te farão ir ate lá. Uma das coisas que me chamava a atenção nessa área eram os quiosques de suco, sushi, lanche, padaria, bar, cada um personalizado com a sua proposta e muito interessantes, uma idéia bem legal para importar pra cá.

israel 10

Para comprinhas inusitadas, passeios no fim da tarde com ar de  Soho, o endereço certo é o bairro histórico, que se tornou centro fashion, Neve Tzedek, na Rua Shabazi. Te faz querer que a rua fosse maior de tão agradável o caminho com as lojinhas, artistas de rua, ar boêmio. Não deixe de entrar na loja de decor Gavriel e na Concept Store (que eu não consegui descobri o nome, mas coloquei a foto da porta, com o nome para tentar ajudar), ambas do lado direto, sentido da pracinha.

israel 13

israel 12

israel 11

A rua é curta, para estender o passeio, caminhe até o fim da rua, passe a praçinha e você vai encontrar a antiga estação de trem antiga, revitalizada com seus galpões transformados em cafés, lojas de designers contemporâneos e algumas marcas conhecidas como a AHAVA Cosméticos, item obrigatório na lista de compras, com uma gama imensa de produtos produzidos a partir da lama do mar morto, eu adoro a mascara purificante Time To Clear e tem também o kit para voo, descoberta da Ale que amei! Vem com sabonete de rosto sem enxague, hidratante rosto, creme para os olhos.. tudo em saches individuais, super práticos.

israel 14

SABORES E RESTOS

Tamara

israel 16

Loja de iogurte frozen, antes de se desinteressar, afinal tem uma na sua rua, pense bem.. o pais é outro e os sabores também! Existem varias lojas de frozen iogurte por Tel Aviv, certifique-se que seja a Tamara, tarefa árdua pois os nome está em hebraico. Uma vez identificada  com sua fila sempre imensa depois de um dia de praia, permita-se provar os mais diferentes acompanhamentos: castanhas, tamaras e meu preferido Rala, escrita fonética, já que não faço a menor ideia de como seja a escrita normal (parece uma fibra estranha, mas é docinho e incrível). Sente -se em um dos balanços da loja e volte a ser criança.

IMG_9393

israel 17

Miznon

israel 18

israel 21

Você procura por um Falafel, algo tradicional, e se depara não com um falafel qualquer, mas um Falafel Gourmet. Que nada tem a ver com o original. O lugar que virou queridinho tem uma decor sui generis, caixas de legumes aqui e ali, tomates espalhados no caixa, muita couve-flor estocada em armários, funcionários maluquinhos e , mesmo sem a cara mais limpa da praça, sem duvida, esse resto é imperdível! Vá para o almoço, peça pelo falafel steak and egg, acompanhado por uma couve-flor, não esqueça a couve-flor, parece chato, mas é fabulosa!! Outros acompanhamentos que valem a pedida é a batata doce assada e os aspargos verdes.

Israel 20

israel 19

Benedict – MELHOR BRUNCH DE TEL AVIV

israel restaurants tel aviv restaurants the best restaurats in israel benedict restaurant rotshild

E arriscaria dizer de Israel!! Perfeito para começar o dia ou terminar a noite, já que ele funciona 24h por dia!! Não parece o paraíso?! Fomos de manhã antes da praia, estava lotado, sentamos nas mesas de fora num agradável dia de sol, voltamos dois dias depois para um lanche fim da noite, e estava ainda mais lotado.

israel 24

Se você for para o café tome um suco de laranja com cenoura, especialidade de Israel, com as laranjas mais doces do mundo. O Benedict é especializado em cafés da manhã de todo o canto do mundo, fui numa versão meio grega que adorei, Feta e Tomatoes Croque (torrada de brioche com pesto, queijo feta e tomates assados, e ovo frito com molho holandês).

israel 23

israel 25

MonteFiore

israel 27

O Hotel boutique construído numa casa clássica central, tem um resto badalado no térreo, com um bar elegante, uma varanda charmosa, é o lugar para ver e ser visto, sempre lotado. Então, não esquece de fazer reserva.

israel 28

Dallal – MEU PREFERIDO!

Tel-Aviv-4-Conde Nast Traveller-5Apr13-Amit-Geron_b_1440x960

Charmoso e delicioso restaurante no bairro da moda, com a arquitetura local preservada, terraço e uma vibração diferente do resto da cidade. O menu mistura novo com antigo, comida israelense e  mediterrânea. Não deixe de provar a entrada Forest Mushroom and Mascarpone Tortellini with Hazelnuts & Truffled Goat’s Cheese Cappuccino. Vá para o jantar, ainda mais fascinante, e sente-se na parte interna com céu aparente.

666868-1

Dallal The Bakery

IMG_7351

Na mesma rua do restaurante, e do mesmo proprietário fica a padaria, com sobremesas típicas, pães e varias delicias, perfeita para o fim da tarde durante as compras.

Messa

messa

Resto do chef Moshe Aviv e bar moderno, com decor sofisticada assinada por Alex Meitlis. Dividido em dois ambientes, um todo branco onde fica o restaurante e área não fumante, o outro todo negro, com um bar imenso no meio rodeado por cadeiras e algumas mesas mais altas, onde também é possível jantar e é mais badalado, às vezes com DJ. Tinhamos reserva no restaurante, mas como o bar estava mais agitado trocamos para o bar, só que  essa área é fumante e isso acabou sendo incômodo. Caso não fumem, sugiro  jantar no resto um pouco mais cedo, por volta das 9h e depois seguir para o bar.

Itzik Hagadol

israel 22

Se quiser um restaurante típico e/ou descobrir vários sabores diferentes, este é o lugar. Antigo, nada fancy, mas, não se iluda, a conta é salgada. O restaurante é especializado em carnes e tem as melhores, kasher, claro. Peça de acompanhamento  o que é realmente típico e diferente ali, o Kemia (escrita fonética), diversas entradinhas de legumes, saladas, molhos, purê, cremes que você degusta com o pita e que podem acompanhar a carne da sua preferencia.

BADALO& NIGHTLIFE

Embora muito se ouça da vida noturna de Tel Aviv, no geral achei nas boates muito sujas, fechadas, com muita fumaça, já que lá ainda se fuma no interior, de todos os lugares que fui, tiro dois:

JimmyWho Bar & Lounge

Bar animado dividido em três ambientes.

Vicky Cristina

vicky-cristina-1

Não é bem uma balada, é mais um resto/bar de tapas e cave, embora quando fui tivesse uma festa, a festa do dia da independência. Mas o mais incrível nesse lugar é que ele fica debaixo de uma figueira enorme, dentro da Old Train Station, o que torna tudo muito charmoso.

IMG_9414

MAR MORTO

Se você que fazer alguns dias de relax no Mar Morto, eu indicaria o lado da Jordânia, com hotéis bem melhores que o lado de Israel, mas precisamente no hotel Kempinski. Mas como as fronteiras não são amigas e uma vez que você está em Israel e não vai seguir viagem pela Jordania, não querendo complicar, sugiro passar o dia apenas. São 2h30 de carro de Tel Aviv ao Mar Morto. E as paisagens diferentes encurtam o trajeto.

mar morto 1

O lugar onde fica a concentração hoteleira e praia publica é Ein Bokek, bem ao sul do Mar, nós saímos por volta das 13h, depois de um café da manha reforçado, já que restaurantes por lá apenas McDonalds ou os dos hotéis, muitos deles all inclusive ou lanches.

IMG_9550

IMG_9545

O mar é dividido em áreas, onde é proibido nadar, áreas publicas ou privadas dos hotéis. Como os hotéis não são o forte do lugar, apesar das grandes fachadas imponentes, a manutenção é péssima e o aspecto meio sujo, escolha seu local de banho pela cor do mar, algumas áreas são mais criatalinas e com areia mais clara, ai é só fazer o day use do local, se for hotel.Não esqueça de comprar a lama para usar antes de entrar no mar, você encontra em qualquer lojinha de hotel ou centrinho, faz parte do ritual, e depois é só boiar.

lama mar morto

IMG_9500

A sensação é unica, daquelas que você deveria experimentar pelo menos uma vez na vida, a agua mais parece óleo, muitas vezes é preciso se segurar em uma plataforma para conseguir parar quieto, o gosto é terrível, amargo, não que eu tenha provado, mas as vezes respinga uma gota ou outra próxima da boca. Não se deve ficar muito tempo dentro da agua e nem molhar a cabeça, mas aproveite o sol também, dizem ser um dos melhores do planeta. Se você tiver qualquer machucado, ou ter se depilado um dia antes, vai arder muito, prepare-se. Se senti diferença na pele?! Dentro da agua tudo desliza, brilha, assim que você sai e passa agua doce a pele está mais sedosa, mas nada de outro mundo.

MAR MORTO DICA

JERUSALÉM

IMG_9596

IMG_9603

Há apenas 1h de carro de Tel Aviv está Jerusalém, moderna, viva, uma cidade adorável, principalmente – parte antiga. Me deu remorso de não passar uns 2 dias lá, mas ainda volto. Você sente uma energia diferente no ar! Visitamos o Museu do Holocausto, que é imperdível, forte, de uma veracidade e humanidade, só visitando pra saber e o Muro das Lamentações, com as mulheres de um lado e os homens do outro em coro – judeus, critãos, diversas nacionalidades – agradecendo, pedindo… É emocionante! (não esquece de levar seu papelzinho pra colocar entre as pedras do muro). No caminho do Muro se perca um pouco pelo Souka, mercado tradicional, com especiarias, talismãs, decor, e angarie,  o seu badulaque da sorte, de olho grego, a mão de Fátima, pulseirinhas vermelhas.. e observe a tolerância e diversidade. Por falar em diversidade, quase acabamos casados por um rabino ali mesmo, já querendo me converter!

IMG_9604

IMG_9608

IMG_9619

Alagoas EMBARQUE IMEDIATO

PRAIAS DE ALAGOAS a Dois – OUTONO NO NORDESTE

Fim de Março, o Sol sulista começa a suavizar para uma semaninha curta de férias com intenções tórridas… Dilema: conhecer um lugar  de clima quente, com praia e de fácil acesso, trajeto de poucas horas de voo, que seja novo para ambos. Sempre podemos contar com a imensidão do litoral brasileiro e uma Alagoas de temperatura convidativa (de 20C  35C ), com chuva rara e fama da cor de mar mais bonita do Brasil.

alagoas 28.1

Os tons da costa dos corais

 Já havia escutado maravilhas do Kenoa Resort, mas queríamos conhecer a Costa dos Corais e voltar na bagagem com um  pouco mais da região, do que somente uma hotel sensacional. Organizamos a viagem em duas etapas, aventura durante a semana no norte de Alagoas, na Costa dos Corais e descanso absoluto no Kenoa, no Sul do estado. Escolha acertadíssima! Tem tempo pra vir com a gente?

kenoa hotel 15

Kenoa Resort

 ALAGOAS NORTE – Costas Dos Corais

alagoas 1

Chegamos em Maceio e subimos ao norte pela costa dos Corais. Duas horas de viagem em uma estrad-rally, sem sinalização, com buracos, e motoristas radicais (parece ate matéria do Fantástico, mas pense duas vezes em fazer o trajeto a noite). Onde foi parar o tal quesito acesso fácil do segundo parágrafo?! O GPS, Google Maps, Internet ou qualquer coisa que identificamos como SINAL, é luxo raro por lá, tenha o mapa da pousada em mãos. A boa noticia é que a estrada não tem muito para onde seguir e de qualquer forma de leva aonde você quer chegar.

alagoas 3

A região norte é muito, muito pobre, um tapa de terceiro mundo na cara da gente, estradas de barro, saneamento básico inexistente, casinhas como barracos com os moradores dormindo em colchões na rua por causa do calor, motos com três quatro pessoas todas sem capacete, parece um outro país pra gente. E todo o turismo se dá pelas dezenas de pousadas espalhadas pela costa, muitas delas de estrangeiros. Como são muitas e ,cada uma em uma praia ou cidadezinha diferente, fizemos 4 ao todo. O que não imaginávamos é que essas praias ou cidadezinhas são coladas uma na outra e muitas vezes de uma pousada a outra levávamos 10 minutos. O lado bom é que testamos as mais conhecidas, e hoje entrego pra vocês um roteirinho bacana e certeiro.

alagoas 7

Coqueiral no caminho da Patacho

alagoas 22

Praia de Patacho

Hospede-se na charmosa Patacho, pequena pousada, com apenas 5 quartos de frente para a praia do Patacho, eleita como uma das praias mais lindas do Brasil, em Porto das Pedras. No caminho você passa por dentro de um coqueiral deslumbrante, e já começa a entrar no clima, com o balanço das folhas e o azul do mar ao fundo.. na chegada  uma sorridente funcionaria te oferece um drink de boas vindas e vai falando as opções enquanto você se da conta que o descanso já começou..  Mais Fozen caipirinha de Graviola, por favor!

alagoas 23

alagoas 24

Vista da suite

alagoas 14

Jardim da Pousada Patacho

alagoas 18

Boas-vindas Gary e Vicky.. L’Amour cést ça..

alagoas 16

Boas-vindas também dos nativos

alagoas 2

A pousada do Patacho tem uma arquitetura regional, rustica, mas temperada com o savoir a faire do proprietário. Christian, francês dos mais simpáticos, ex-design gráfico, o que se percebe nos detalhes que estão por toda a parte. Entre a casa central, há algumas suítes e um grande gramado que te leva até a praia,todos são muito simpáticos e a comida aos cuidados da Chef Patricia Possas fresca e saborosa.

alagoas 26

Jardim ludico

alagoas 15

alagoas 17

alagoas 25

alagoas 13

alagoas 29

Drink de boas-saídas!

Por lá você pode agendar cavalgadas na areia, passeio de jangada ou andar a pé nas piscinas naturais que se formam em frente a pousada quando a maré está baixa.Ver os manatis em seu habitat natural, ou descansar tranquilamente na praia com o serviço da pousada, e desfrutar de banhos mornos no mar (a agua é super quentinha). Você pode também conhecer as demais praias ao redor. Imperdível: a praia da Laje, pra mim, a mais linda, com um azul indiscritível de Caribe  e praticamente deserta, como boa parte das praias da região nessa época. Não deixe de marcar uma hora com a massagista Fatima Gouveia, com antecedência ou assim que chegar, ela é concorrida. Nascida em Moçambique, criada no Zimbábue e radicada em Portugal faz massagens relaxantes em tendas à sombra de alguma arvore ou próximas ao mar.

alagoas 4

Praia Patacho com a maré baixa

alagoas 6

alagoas 5

Nas piscinas naturais

alagoas 27

Praia da Laje

Outro programa pra ficar na memória: jantar a noite  No Quintal.O restaurante fica ao ar livre, em meio ao jardim, com hortas e bananeiras,a comida moderna com ingredientes regionais é saborosíssima.

alagoas 8

Jantar no Restaurante Quintal

alagoas 10

Ao nosso lado a horta

alagoas 11

alagoas 9

alagoas 20

Jardim da Patacho a noite para um ultimo drink

alagoas 21

ALAGOAS SUL

De Maceio para o Sul, estradas e infra mudam muito, o trajeto é mais curto e as estradas duplicadas e sinalizadas, além do GPS ativo. Leva-se em torno de 45 min do aeroporto de Maceio para o Kenoa Exclusive Beach Spa & Resort. Mas, com menos paciência e mais grana, é possivel solicitar por meio do hotel um transfer de helicóptero.

kenoa hotel 13

Arquitetura do Kenoa

O Kenoa é discreto e imponente ao mesmo tempo. Não há placas. A obra de arquitetura assinada por Osvaldo Tenório, com base em soluções sustentáveis, assim como todo o mood do hotel.. a exemplo os sacos dos lixeiros todos em papel craft. Achei um detalhe de princípio incrível!

kenoa 10

Ecologico e lindo!

 No check in, um questionário completo para conhecer as particularidades de cada hospede é amenizado pelos funcionários em seus uniformes de algodão natural de estilo despojado. A caminho da suíte a vista surpreendente pelo gramado com as duas piscinas de borda infinita debruçadas em um mar forte de azul profundo.

kenoa hotel 25

kenoa hotel 8

São 23 suites ao todo, divididas em 5 categorias, com diferenciais de vista, tamanho, piscina ou ofuro privativos. Todas as suítes com vista frontal estão praticamente sobre a praia e tem uma piscina privada, como adoro agua quentinha optei pela que tinha ofuro, e pra mim, a melhor opção já que as piscinas do hotel eram irresistíveis e mais do que suficientes, mas pelo que vi há opções maiores com os dois. Nunca vou esquecer a nossa vista da cama e também do ofuro para o lado da praia em que há uma reserva natural, de um verde sem fim com o azul do mar… puro deleite. Os banheiros das suítes (todos eles iguais) é um destaque a parte, o chuveiro em meio a elementos naturais como a areia, pedra e madeira e com a luz natural penetrando sobre ele lembra um banho de chuva.

kenoa hotel 16

Vista da cama, de tirar o folego

kenoa hotal 12

Quarto com piscina privativa

kenoa hotel 11

kenoa hotel 20

Apaixonada pelo banheiro

kenoa hotel 10

kenoa hotel 6

E tem como resistir aos clics nessa piscina super cool?!

kenoa hotel 7

O Kenoa disponibiliza pranchas para a pratica de esporte, passeios como o de canoa para a fazenda de ostras,  tem academia e um SPA lindo e completo voltado para o relaxamento, com saúda, piscina, ofuro.

kenoa hotel 1

Passeio a fazenda de ostras.. tipo um picnic na canoa, com champagne e ostras frescas

Experimentei duas massagens: Relaxamento, indicada no Spa Brisas do Kenoa, que achei fraca, importante saber que gosto de massagem forte e não apenas “espalha creme”, e o lugar que mais amo massagem é no pescoço e cabeça e ela nem tocou ali. No outro dia, a atenciosa gerente conversou comigo e sugeriu a de hidratação Sunset já que eu estava bastante morena, decidi tentar uma segunda. Nada extraordinário, mas um bom momento.

kenoa 18

kenoa hotel 5

kenoa hotel 3

Detalhes do SPA

Há dois bares, o da piscina que serve algumas comidinhas (amei a salada de frango com mistura de sabores interessantes) e o do terraço, perfeito para um drink no sunset ou uma água de coco fim da tarde depois do spa. O restaurante super elogiado por diversas pessoas que conheço, não me provocou a mesma emoção, talvez porque eu estivesse viciada nos sabores locais, e esse não era o caso, mas em sua defesa a vista é linda!

kenoa hotel 19

Bar da piscina e praia

kenoa hotel 23

kenoa hotel 24

Bar do terraço

E para nossa surpresa, no ultimo dia de estadia quando voltamos do restaurante, nossa suíte havia sido preparada com velas, pétalas de rosa vermelhas, ofuro aquecido, morangos e chantille. Um lugar que agrada a visão, a emoção e que nos faz querer voltar pela beleza natural, estética e atendimento.

kenoa hotel 22

Berlim EMBARQUE IMEDIATO

TOP DESIGN HOTEL BERLIM Das Stue

berlim top hoteis e resto 5
Num prédio neo-clássico de 1930, antiga residência da Embaixada da Dinamarca (Das Stue significa sala-de estar), colado no Tiegarten, a poucos passos do Cafe Am Neuen See, point dos findis em dias bonitos, esse hotel surpreende pela ambientação  artsy e atmosfera contemporânea. Na entrada impactante, você é recepcionado pela escultura de crocodilo do francês Quentin Garel e nos espaços comuns a vibe globetrotter moderna é garantida pela designer Patricia Urquiola. O Das Stue também reserva surpresas para o viajante gourmet, com o resto 5, do estrelado chef Paco Perez, só com reservas e menu-degustação.

Berilm top hotel e resto 2 Cafe Am Neuen See

Berilm top hotel e resto 1 Resto 5, do estrelado chef Paco Perez

Essa área tranquila das embaixadas é linda e torna uma viagem a Berlim, mesmo que por poucos dias, algo ainda mais especial. Tente reservar na mesma área do lobby, com destaque para os quartos 503,504, 220. Eles aceitam colocar cama extra para crianças, oferecem serviço de baby-sitting reservando com antecedência e o café-da-manhã vai até 11 nos dias de semana e até 12 nos findis.

berlim top hoteis e restos 4

Claro que estamos falando de um top hotel, mas, Berlim é uma cidade europeia  das mais instigantes  (alguns dizem que ela nunca é igual e tem a energia de NY nos anos 80), e você ainda consegue se hospedar num lugar como esse com tarifas bem razoáveis, comparando com Paris, Londres, Milão, por exemplo.

Berlim top hoteis e resto 3

EMBARQUE IMEDIATO Madri

MADRI TRIP TIPS BARES&RESTOS 2014

A região madrilena é um roteiro gourmet por si mesma, com 13 restaurantes distinguidos pela famosa estrela Michelin e a capital com maior número de ganhadores de duas estrelas (o máximo é 3, e a glória pertence ao inventivo DiverXO do atrevido e jovem chef David Munõz). Não importa se você é um viajante gastronômico, reserve (com antecedência) pelo menos uma noite num desses lugares tidos como uma festa para os sentidos: La Terraza del Casino, Sergi Arola Gastro, El Club Allard ou o DiverXO.

madri 9

Mas, o V+A , também tem na manga alguns lugares bem novos, informais e moderninhos, para colocar na agenda, caso seu destino seja a capital espanhola. Anota aí! E lembre que Madri é uma cidade que desperta à noite, você sai pra jantar às 22hs normalmente. Nada como não ter horário pra nada!

CAFÉ DA MANHÃ/ BRUNCH

A gente sempre pode contar com o Le Pain Q. para um café a qualquer hora. Mas, procurando algo made in Spain, mais autêntico, com a movida espanhola, tente:

  •  CAFE OLIVER: um hotspot desde que abriu. brunch de domingo é animado e é bar/resto de tapas com musica no subsolo. (Calle Almirante 12). A cozinha de segunda à sábado abre 13:30)

madri 1

  •  FEDERAL CAFÉ: quer tomar um café orgânco, com  suco verde e afins, além de wi-fi free? Seu lugar é esse, com estética escandinava e cool.Pena a pracinha em volta, que poderia ser mais buchichada. (Plaza da Comendadoras, 9- conde Duque)

madri 2

  • HARINA cafe: pães artesanais numa das esquinas mais bonitas de Madrid, direto na Plaza de la Independencia,10.

madri 3

ENTRE TAPAS&COPAS:

  • Mr. Frank (Jovellanos, 6)  resto cosmopolita moderninho.

madri 4

  • SEXTO (Fernando VI, 6) informal descolex.

madri 5

  • SALA DE DESPIECE: tapas modernos com finos ingredientes nesse lugar que é um dos mais comentados recém-abertos. (Ponzano, 11).

madri 6

  • More: novíssimo resto na bacana Jorge Juan, 27.

CURIOSIDADES

Cheque os bares nos rooftops, tem vários bacanas em hotéis, com ar livre e vistas incríveis. Uma noite de Flamenco é algo único: eu amei. O ambiente entre outros detalhes podem ser cafonas, mas você esquece… essa dança tem um fogo interior contagiante (não jante, beba e  assista ao show, a noite só tá começando…).

madri 7

Tem também um fast de lagosta o Woody Burguer&Lobster, que é meio novidade e um lugar medieval para experimentar vinhos com atmosfera surreal:o La Bodega de Los Secretos. Se quiser tradição e atendimento pitoresco,onde presidentes e reis (sim, o Lula jantou lá, assim como Bill Clinton, entre outras celebridades), vá ao Casa Lucio, na animadíssima Cava Baja. O próprio Lucio, do alto dos seus 80 anos estará lá, com seu carisma único.

A Verdade Despida e Crua

VIAJANDO FORA DAS NUVENS

Alguns pensamentos afligem, outros espantam, muitos nos desafiam… Viajar faz a gente parar e pensar, além ou, mesmo em volta, do nosso umbigo:

large-2

  • Chegar em Madrid, no bonito e funcional Terminal 4, causa vergonha propria, de alto grau de constrangimento, dos nossos aeroportos. Aí o peso “terceiromundista” pega pesado. E olha que Madrid não é exemplo de cidade moderna.
  • A mobilidade, as facilidades do ir e vir. Os metros que cobrem a cidade, os trens e trens-bala: uma realidade tão distante da nossa… Despachando a bagagem em Floripa, podemos ter uma conexão em Paris para chegar na Itália. A mala vai estar esperando pela gente no destino final. Aqui, dentro do próprio país, sempre temos SP ou RJ, para pegar as malas antes de chegar em casa.
  • Por que roupa de criança é tão descoladinha e barata lá fora?
  • Por que o mesmo sofá de 10.000 euros na loja da Itália, pode chegar a 130.000 mil reais no Brasil?
  • Por que somos o país do mundo onde o iphone é mais caro?
  • Você está a poucos minutos de embarcar para um voo internacional pela TAM, quando ve o jornal da tv dizendo que o prejuízo da TAM ano passado, foi de 1,3 bilhões. Dá um ruim! O voo atrasa 1 hora. Vem a turbulência e você se pergunta se eles tiveram dinheiro para fazer todas as manutenções necessárias. A aeromoça parece mal-humorada, a comida tem um cheiro horrível, mas você finge que está tudo bem. Imagina
    os malucos exploradores e viajantes do passado e diz pra si mesmo que esse é o máximo de aventura que ousa se permitir no momento. Agradece também por viver nesse século, apesar de tudo.
  • Você percorre a capital espanhola, da Gran Via ao bairro de Salamanca, e compreende porque Paris, Milão e Londres são capitais de moda. Nesse caso o senso comum é indiscutível.
  • Tantos monumentos, tanta grandiosidade, tanta história. Quantas histórias…Você se deslumbra com a imponência e riqueza de detalhes. Você se escandaliza com as excentricidades ególotras de reis e soberanos. Você fica na dúvida se a guia está contando os fatos de verdade,ou, se ela decidiu tornar tudo mais divertido. Mesmo que não pareça fazer muito sentido. Esse é o problema: preferimos o bom-humor, mesmo que às vezes negro, do que o bom-senso.
  • Enquanto a maioria compara preços e preços das coisas, chegando a mesma brasileira conclusão,que bom mesmo é comprar nos E.U.A, você conclui (e há varios instantes  injustos  de conclusão) que seu  gosto emergencial e viciado  em labels não é compatível com seu cartão de crédito. Muito menos com a taxa do euro. E, grife custa caro,não importa onde. Sintetizando, você tem que ganhar mais. Talvez seja mais fácil mudar de gosto.
  • Por que voltamos com excesso de peso? Não, não estou falando da bagagem!
EMBARQUE IMEDIATO Madri

MADRI Almoço FASHION Calle Jorge Juan

resto madri 3

Jorge Juan e eu..

São 3 ruas de comércio mais sofisticadas que valem pelo passeio: a onipresente e larga avenida Calle Serrano e as transversais Jose Ortega y Gasset e Jorge Juan. Essa última, achei a mais charmosa, cheia de restos bacanas nas calçadas e um povo arrumado nas mesas. Difícil é decidir onde parar. Vá caminhando, sinta a vibe de cada lugar e escolha o que mais combina com seu humor. Outro ponto próximo e estratégico que também convida a uma parada de estilo, são os restos na Praça da Independência, como o Independência ou o Ramses (esse leva assinatura do Starck), os dois quase grudados. E fervidos.

resto madri 1

Independência 

resto madri 2

Ramses

EMBARQUE IMEDIATO Madri

MADRI CULTURAL: Museo Centro de Arte REINA SOFIA

museo_mADRI 7

MUSEU MADRI 6

MADRI MUSEU 5

MADRI MUSEU 4

MADRI MUSEU 3

MADRI MUSEU 2

MADRI MUSEU 1

Madri oferece muitas opções culturais, a começar por um dos museus mais ricos do mundo, o do Prado, com suas obras-primas legendárias. Mas, se você gosta de arte moderna, grandes nomes do séc. XX , estão reunidos no Museo e Centro Cultural Reina Sofia. A impactante e colossal Guernica de Picasso está lá, no segundo andar, sala 206.
Só este espaço já vale o ingresso de 8 euros.

Tem quadros incríveis de Miró: que cores! Telas sensacionais de Dalí, como A Viagem do Grande Masturbador, entre outras delirantes. Sou muito fã desse surrealista impossível! O complexo cultural conta com cafeteria, resto, livraria com wi-fi, biblioteca e lojinha. Além de exposições frequentes de arte contemporânea. Vale ir na segunda, um dia que a maioria dos outros museus está fechado. (Quando viajo, sempre vejo a previsão e geralmente deixo os museus para os dias mais frios ou de chuva)

EMBARQUE IMEDIATO Milão

TOP HOTEIS MILÃO Armani Milano

armani hotel milano 1

Alguns hoteis não podem ser medidos por quantidades de estrelas nem se enquadram em categorias. Vendem não uma estadia, mas a experiência um estilo de vida. Quer sentir o sofisticado espirito do made in italy? Seu endereço é o Armani Hotel, no belo e central quadrilatero da moda. Tudo aqui é uma ode ao apuro do design italiano, a essência do minimal luxury. Ocupando uma quadra inteira na Via Manzoni, temos ainda o Nobu, o Cafe Armani e o Armani Prive (nightclub), a floricultura com chocolateria, a loja de roupas e a bookstore, além do Bamboo e do resto onde é servido o excelente  cafe da manha com uma vista inesperada de Milão.

armani hotl milano

O melhor de tudo é o Spa: o espaço é incrível e absolutamente relaxante. Faça um mix da massagem facial com corporal, mas antes aproveite as saunas e a vista dos  terraços milaneses  que deslumbra. O cheiro que emana de todos os ambientes leva assinatura Armani, assim como toda a linguagem visual dos amenities em preto. Até a touca plástica e a calcinha descartável do Spa são pretas, como as embalagens dos chocolates. Se Deus está nos detalhes, esse é um dos lugares que ele deve passar um fim-de-semana.

armani hotel milano 2

Palavras

DE MILÃO, Com Saudades

Captura de Tela 2014-04-07 às 11.19.41

Quantas vezes é preciso ir a uma cidade para poder dizer que a conhece? Uma, para muitas pessoas.  E se uma já foi suficiente pra você, isso  quer dizer que não é necessário voltar. Quantos dias? Quantos lugares? Quantos “aperitivos”? Quais galerias? Se você tem amigos locais, aí, toda perspectiva muda. É minha terceira vez por aqui e cada viagem uma experiência única. Não tem clichê mais verdadeiro: com o passar do tempo nenhuma cidade permanece igual, muito menos o viajante. E, o melhor de tudo: as diferentes pessoas que te acompanham nessas  aventuras.. elas são  capazes de alterar as percepções e filtrar o que vamos levar de volta pra casa. Não é possível prever se vamos voltar conhecendo mesmo um lugar…. talvez a única coisa certa é que vamos nos conhecer melhor. Divagando sem divã, pensando em outra língua, vivendo o aqui/agora de uma maneira mais presente. Por que para estar perto precisamos ir tão longe?

EMBARQUE IMEDIATO Milão

MILÃO CULTURAL Gallerie d’ Italia Piazza Scala deCanto Caffeterria

gallerie ditalia milano 1

foto (16)

gallerie dítalia milano 5

gallerie ditalia milano 2

galleria italia milano 9

gallerie ditalia milano 4

gallerie ditalia milano 3

gallerie d'italia MILANO 6

galleria italia milano 8

foto (10)

Quase em frente ao Teatro Scala, a Gallerie d’ Italia, aberta a dois anos e com novo espaço inaugurado a poucos meses destacando a arte moderna, ocupa dois palácios e é um desses lugares que faz tudo em volta ganhar outras dimensões. Eleva o espirito. Não sei o que vai captar mais a sua atenção – eu sempre fico espantada com a grandiloquência da construção, os vãos infinitos e o preciosismo dos detalhes – mas aqui tudo é interessante, especialmente o “novo” e o “velho” mundo lado a lado. Uma mostra da arte italiana, com foco na pintura, mas com representações de outras formas de expressão também. Outra coisa que admiro é o esforço em preservar e apresentar a arte. A livraria anexa é parada obrigatória e o deCanto Caffetteria, com entrada pela Via Manzoni, um espaço que merece ser guardado no moleskine.