Tag

Indicação

EMBARQUE IMEDIATO Uma Catarina em Paris

HOTEL EM PARIS – Hotel de NELL

Hoje, dica quentíssima da Catarina em Paris aqui, testado e aprovado por experts que tem na bagagem muitas e muitas viagens pra Cidade Luz: papis moderno Roberto e mamis crítica Graça. Sempre atentos a detalhes e novidades para o Felissimo Exclusive Hotel. Podem confiar!

HOTEL EM PARIS

O Hotel de Nell, membro do Design Hotels, escolha do viajante 2014 no TripAdviser e inaugurado a menos de um ano, tem como conceito o luxo discreto, chic e casual, que é sinônimo da França, aliado a um serviço de alta qualidade. Com suites modernas e amplas, banheiro interessantissimo e café da manhã com os pães mais maravilhosos de Paris. Se tudo isso não bastasse, a localização privilegiada, próxima a  l’Opéra Garnier, não deixa dúvidas.

HOTEL PARIS 1

 

EMBARQUE IMEDIATO Uma Catarina em Paris

CURSO DE FRANCÊS NA FRANÇA

A Patricia Picoviski, avec unne affection particuliére

foto (49)

Quando decidi passar #100dias em Paris, tinha entre poucas certezas, uma urgente: deveria aprender a língua. Obstáculo: um namorado francês que fala tão bem o Português, que até “ousa” me corrigir. Imagina eu arriscar assassinar a língua pátria dele?! A  favor, o meu lado esteta que sempre grita mais alto: francês é lindo demais.

Embora o Gary fale perfeitamente o português, para as outras relações/situações era extremamente necessário aprender, até por uma questão de educação e sobrevivência social. Mesmo que alguns amigos falem inglês e até seus avós, todos preferem conversar na sua língua quando estão em maioria. Sem falar na independência, porque fora do circuito turístico, não raramente, não se fala inglês.

Com esse foco, procuramos diversos cursos, dos mais conhecidos como Cultura Francesa, Sorbonne, à cursos e escolas menores. A Sorbonne tem realmente uma fama incrível, todos que fazem amam, mas seus planos são mais extensos e restritivos. Já Cultura Francesa, embora tenha boa reputação, a secretária mal conseguia conjugar os verbos (segundo o Gary), e ela estudou lá. Mas, eu ainda queria que fosse próximo de onde moramos, para poder ir e vir, sem ficar dependente, e que fosse um programa de mês a mês ou semanal, para fazer conforme a gente estivesse na cidade e tendo liberdade para viajar.

Depois de muito ponderar, optei pelo Institut de Langue Francaise, há 10min andando de casa, um curso de 10horas semanais, 2h todos os dias da semana, por dois meses, cada mês um nível diferente, após passar por um teste. São ao todo 5 níveis. Imagina a minha frustração ao saber que depois de 2 meses eu seria uma A2, ou seja, uma “survival”, como eles chamam. Frustração essa que se dissipou no fim do primeiro mês, quando tudo começa a fazer mais sentido, você já pode compreender, pelo mesmo 60% das conversas de francês para francês. Comparando um curso no Brasil com um na França, segundo minha professora, um estudante de 2 meses daqui tem o mesmo nível de um de 4 anos no Brasil. E se no Brasil, a média é 7 anos para se formar na língua, na França, para nacionalidades que derivam do latim feito a nossa, fica em torno de 6 meses.

Mas, observei que não diferente de todo o currículo escolar, o que faz toda a diferença é o professor. Antes desses dois meses, fiz na mesma escola um curso de 4horas particulares com uma professora diferente. Pensava que por ser particular, tivesse um  peso maior. Bem, minha professora era um amor, mas, talvez por ser muito nova, sem muita experiência em ensinar, não me serviu de muita coisa, e nesses dois meses passei por três professores, a minha, Patricia Picovski, e outros dois, repondo aula em horários diferentes. Daí pude ter uma melhor referência e perceber a sorte que tive.

Se eu puder dar um conselho apenas, peça pela Patricia, que tem 24 anos de ensino, por tanto muita experiência, uma energia entusiasmada e ama o que faz. Também não é preciso fazer 20h por semana, além de cansativo, e portanto pouco assimilativo, o programa é o mesmo, o que muda é a prática. E nada como praticar fora da sala, no taxi, no café, no bistro.. Indico o curso para qualquer um que goste da língua, mesmo que por uma única semana se for o caso, as aulas te mostram uma Paris diferente, você começa a perceber o Parisiense e seus costumes, e a fazer parte. O francês não é certamente a língua mais fácil, tudo que parece não é, mas vale a pena. Só comece do principio, sempre na primeira semana do mês, principalmente se for iniciante. Embora te permitam começar depois, muito conteúdo é passado e você pode ficar completamente perdido.

No curso se encontram múltiplas nacionalidades, mas o Brasil, no período que fiz, dominava com até 4 Brasileiros uma sala de 10. Na primeira semana usa-se muito  o inglês, depois vai diminuindo, até o ponto que quase não se fala, salvo por alguns momentos de pânico, rs. Mas não se desespere se o nível do inglês não for dos melhores, dicionários e tradutores estão aí para nos ajudar. E no fim, com vontade, Voilá… tudo flui.

BELEZA&SAÚDE Referências Inpiradoras

TOP BLOGS peelingin.com + BEST INSTA @ferchidelapuente

O que faz a gente seguir pessoas desconhecidas? Para uma grande parte de pessoas, o lema é sigo porque (muitos) seguem. Não importa o conteúdo, a estética das imagens, nem se o inevitável selfie é quase sempre igual. A gente não vai discutir os fenômenos virtuais surreais, apenas indicar descobertas pessoais.E genuínas.

d023aafa012611e38d0b22000aaa0532_7

10004145_531855330268895_286206625_n-613x613

c07efc86972611e2b9a022000a1fa535_7

10005404_294770767338633_36652817_n-613x613

df9a0aaca2f111e3b5ca122127ec983d_8-613x613

A mais nova se chama Fernanda de La Puente. Peruana e vivendo em NY, ela é uma nutricionista holística e chef naturóloga. Sua filosofia com uma pegada bem psicológica está longe das superficialidades das receitas e fórmulas prontas. É inegável que as conexões da nossa mente afetem a forma como nos alimentamos. Para quem se interessa pela busca de reconexão e de novas relações mais saudáveis com a comida, vale adicionar e dar uma olhada com calma no peelingin.com. Tem receitas e textos que nos fazem pensar. Transmite calma, leveza. Dá uma olhada nesse video dela sobre o leite, Milk, muito, muito bacana. E o insta @ferchidelapuente é puro frescor.

DA TERRINHA

MASSAGEM DESPORTIVA no Luxe Club & SPA

Massagem Desportiva Luxe club e spa

Adoro massagem forte, não exatamente de doer, mas daquelas que a gente sente, por isso algumas vezes opto pela massagem desportiva mesmo sem realmente precisar eliminar toxinas na musculatura. E, já me dei mal, com profissionais que confundem a proposta com uma especie de aula-tortura de alongamento. Ufa!

O oposto do que senti na desportiva com a assinatura Luxe, super relaxante e, ainda assim , com aquela bem-vinda pegada firme sem dor. Profunda, ela envolve técnicas de massoterapia, alongamento e tração. Adorei a técnica da massagem com o cotovelo nos ombros e costas e a parte do alongamento feita de maneira leve,quase intuitiva. Além de promover o relaxamento e eliminar toxinas, melhora a circulação sanguínea, ameniza os sintomas da dor e para quem treina, beneficia o rendimento.

BELEZA&SAÚDE

SOBRE A PELE Dra. Jaqueline Ruszinski indica: ROC C-SUPÉRIEUR 16%

roc-lanca-c-superieur-o-maximo-da-vitamina-c-pura_1

Não existe outra vitamina com tantos benefícios para a pele, quanto a C: -Hidrata, restaura, clareia, ilumina, constrói elastina, sintetiza colágeno, antioxidante, ainda reduz sinais de envelhecimento combatendo os radicais livres. É indicada para todos os tipos de pele.
Os laboratórios Roc lançaram a grande novidade do ano, relacionada a dermocosméticos contendo a vitamina: o C-SUPERIEUR. Com uma tecnologia de ponta, o C- Superiour (na verdade  são 2 produtos, o serum e um creme que deve ser misturado no instante da aplicação para ser melhor absorvido sem causar perda da integridade dos ativos da Vitamina C), mantém as propriedades da vitamina C durante a vida útil do produto, segundo a Roc. Estabilização, oxidação e absorção, são as dificuldades de manipular a vitamina C, que foram superadas pelo laboratório francês na concentração de 16% do C-Superieur. Vale lembrar que a Roc, foi a pioneira em estabilizar a Vitamina A, o Retinol.
Com a receita da nossa gurua nas mãos, agora é abraçar a bem-vinda novidade. Outro produto  top com nossa melhor amiga C, prescrito pela Dra. Jaque, que adorei, foi o Serum 10 da SkinCeuticals. É meninas, a Vita C é vital!
CULT SESSIONS Filme

NA CINEMATECA da Semana Philomena

Aqui só entram filmes que a gente gostaria de ter na nossa “cinemateca” física particular, como ela (ainda) não existe, estão todos guardados na afetiva e virtual. Não que um filme indicado ao Oscar precise de indicação, mas o objetivo principal  do blog é compartilhar coisas que nos afetam e movem.

Philomena

A história de Philomena  é autobiográfica, comovente e infelizmente, não é única. Do tipo com linha direta ao coração. Mas a grande razão de ver esse pequeno grande filme, é a afinada dupla de protagonistas e a improvável amizade que se desenrola aqui. A atuação sensível de Judi Dench, uma atriz magistral que concorreu ao Oscar com sua Philomena, faz a gente se sentir mais gente. E Steve Coogan, foi uma das melhores surpresas do ano, num papel que entrega sutilezas humanas longe do histrionismo. Simples, real e tocante.

DA TERRINHA

LUXE TOP TRATAMENTOS: Ayurvédica ABHYANGA

luxe massagem detox

Massagens orientais são as melhores do mundo. Ancestrais, aqui a coisa é séria: um verdadeiro tratamento medicinal. Faz a gente lembrar que se intoxicar com a dependência de remédios sempre foi algo ocidental. Quando soube que o Luxe começou a oferecer mais um tipo de massagem Ayurvédica, fiquei louca para experimentar. A filosofia é holística: revitalizar o corpo por dentro e por fora, fazer a energia circular e a pele brilhar. Neutralizar o stress,
a voltagem desencapada, o fluxo irritante de pensamentos desconexos… parece que lista das prescrições modernas é extensa!
A Abhyanga é toda feita com óleos. No meu caso, mornos, quase quente. Da ponta da cabeça a ponta dos pés. Você tem que estar preparada para se olear mesmo. Vale a pena. O relaxamento é extremo e tudo depois parece ganhar mais vida: pele, cabelo, mente e vontade. Não é papo new-age, não: senti um clareada no raciocínio, como se tivesse feito uma atualização nos meus apps internos. Gostei muito da sensação que ficou comigo, e o método é uma delícia.
A Abhyanga do Luxe dura 1:30hs e custa R$150. De quebra você descobre seu Dosha, uma predisposição de personalidade. Tem que fazer, ir pra casa (você sai totalmente untada) e ser só força de vontade.  Indicação aqui do V+A: uma vez por mês, pelo menos. Nossa gurua, a Grazi, sempre surpreendendo no seu templo de bem-estar em BC.