Categoria

Chile

Chile DESTAQUE EMBARQUE IMEDIATO

VINÃ VIK & Santiago, Chile

Vina Vik

Com a intensão de viajar todo o ano para um lugar da América Latina e em busca de um presente “que faz história” para marcar um ano de namoro, encontrei a Vinã Vik, pesquisando na net.

vina-vik-roof-view

A Vinã Vik é do mesmo dono do hotel que na minha opinião é o melhor de Punta, ainda que esteja em Jose Ignacio, o Playa Vik. Claro que o nome conta pontos, mas o que mais conta nos hotéis desse esteta norueguês Alexander Vik de mãe uruguaia, é seu interesse por arte e design, aliado a excelência de serviços e exclusividade. São oásis de beleza e inspiração. A partir daí, já estava praticamente de malas prontas, porém, seria um presente e um presente a dois para um namorado que é aficcionado diletante por vinhos, então minha busca precisava ser um pouco mais detalhada.

vik-2
A neo-vinícola Vinã Vik produz apenas um tipo de vinho, uma assemblage de cinco uvas e tem apenas 3 anos engarrafados, 2009, 2010 e 2011. Mas as reviews prometeram um vinho mesmo que novo, muito bem estruturado e elegante, que tem tudo para se tornar o premium que se dedica a ser. Hum… assim já dava para lacrar a mala!

IMG_6240

Chegamos em Santiago em um domingo, e por não conhecer a estrada e querer ir descansados para Vik, passamos a noite no The Singular, hotel pequeno e charmoso eleito um dos dois melhores em Santiago. O hotel é um charme, lembrou os hotéis do Marais, em Paris, ou de Palermo Soho, na Argentina.

IMG_6263

IMG_6237
Mas os quartos e o serviço, embora dedicados, não nos surpreenderam ou encantaram. SPA sem horários, rooftop e restaurantes fechados no domingo.. O que é super complicado tendo em vista que quase todos fecham nesse dia. O mais acertado teria sido ir diretamente para a Vinã, e descansar lá, que é perfeito pra tal.

IMG_6954

IMG_6334

A estrada é ótima, sem buracos e seguindo o mapinha ou o Google Maps com atenção não tem erro, em 1h45 min se chega ao paraíso.

IMG_6955

Nós fomos de carro alugado, que por dia deu quase o preço de taxi do centro até o aeroporto, super em conta.

IMG_6956

IMG_6543

IMG_6331

IMG_6549

IMG_6342

O hotel, inaugurado a 2 anos, tem 22 suítes. Todas projetadas por arquitetos diversos e temas diferentes. A imponente estrutura no alto da colina com seu telhado bafônico de titânio e uma sala artsy te dão as boas vindas. Há ainda o restaurante, com vista para o vale e represa, que parecem pintura, sala de jogos, de pilates, academia, piscina não aquecida e um Spa.

IMG_6969

IMG_6970

IMG_6367

IMG_6335

splinter-works-carbon-fibre-vessel-bathtub-in-vik-suite-at-vina-vik-chile-conde-nast-traveller-22may15-eric-piasecki_304x456

IMG_6988

IMG_6989

IMG_6958

IMG_6959

IMG_6327

IMG_6553

As suítes, no mínimo inusitadas, devem ser escolhidas de acordo com a preferência e disponibilidade. A nossa foi a Fornasetti, com a melhor vista. Mas tem banheiros mais interessantes como os com as banheiras de pedra. Nos banheiros, o que também chama a atenção são os chuveiros italianos em formato de gota e a ausência de box – sim molha, mas o serviço impecável se encarrega de secar.

IMG_6987

IMG_6964

IMG_6963

IMG_6962

IMG_6982

IMG_6984

No restaurante não há cardápio. Tudo é elaborado com a disponibilidade dos fornecedores da região. E devo dizer que nem tudo amei, mas comi o melhor peixe da viagem e alguns pratos bem interessantes, e saiba que as sobremesas, no geral, são o ponto alto do Chile.

IMG_6971

IMG_6290

CP-SmiljanRadic-VinaVIK-0877

vina-blog-7

A melhor época para ir é de Setembro a Maio, quando as vinhas estão verdes, muito mais bonitas e com mais atividades, como picnic entre os parrerais com grelhados no estilo Malmann. Para essa época são recomendado passeios a cavalo, bike e tour.

IMG_6957

IMG_6293

IMG_6308

IMG_6975

IMG_6976

IMG_6343

O tour começa com um passeio pela propriedade com explicação sobre plantil, uvas e técnicas e termina na vinícola propriamente dita, que consegue deslumbrar ainda mais nossa visão. A construção subterrânea com espelho d’Água na superfície que além de ser magnífica, proteje a produção do calor, foi design chileno ganhador do concurso feito para a obra, entre mais 9 participantes. Na produção apenas luz solar. O tour continua com iluminação cenográfica pontual e termina numa sala modernista para a degustação, no nosso caso apenas para nós dois. Ali na vinícola há outro restaurante estilo bar, com tapas e um ar mais descontraído, que abre apenas com o hotel mais completo.

IMG_6339

IMG_6340

IMG_6979

O Spa me decepcionou um pouco, a experiência que leva a assinatura do hotel com banho de vinho foi uma delicia, mas a massagem da sequência um pouco fraca. Já o staff mesmo do spa, restaurante, vinícola e recepção com Juan de sorriso amplo e a vontade foi uma bela surpresa.

IMG_6362

O hotel é caro, 800 a 1600 dólares a diária, por casal, mas vale a experiência!! E nesse valor está incluso o tour, passeios e as três refeições com bebidas para o casal. Nós ficamos um dia, o suficiente, já que o restaurante, a vista e a bebida não mudam, mas no verão, com boas companhias, mais opções, como colheita, um fim de semana acho justo. Para conhecer, é possível fazer apenas o Tour, com almoço também.

IMG_6554

Soubemos que muitos visitantes dessa época vão para as montanhas esquiar e depois descansam na vinã. Ou fazem um roteiro com outras vinícolas. Se essa for a ideia, não fomos e não testei, mas curiosa que sou, tenho 3 boas indicações: Vinícola Re e Casa Del Bosque em Casa Blanca para tour e almoço ou a Vinícola Lapostolle que tem hotel.

IMG_6965

Ah, e o vinho VIK? Testado, aprovado e na mala!

Santiago

IMG_6990

IMG_6462

De lá seguimos, de volta para Santiago, dessa vez no W hotel, que ainda acho a melhor opção, mais movimentado e bem localizado, quarto espaçoso e o cafe da manha de tirar o fôlego, inclusive com estação de Blood Mary.

IMG_7017

Devo dizer que a muito tempo não visitava Santiago, muito tempo mesmo, e muito havia escutado. De fato Santiago cresceu organizada, tem uma arquitetura ímpar, mas ainda prefiro Buenos Aires se for para comparar, mais estilosa como os argentinos. Há lojas de todas as grifes como em SP, mas faltou aquele produto interno belo, lojinhas inusitadas com a cara do lugar, que não seja artesanato, ruas mais charmosas, pessoas mais bem vestidas. De qualquer forma divido com vocês aqueles lugares mais interessantes e/ou que tocaram meu coração seja por sabor, experiência ou beleza. Tão pouco espere por badalo, nossa viagem teve um foco mais tranquilo.

Mestizo

DSC01614

Restaurante na ponta do parque Bicentenário que por si só já é um encanto. Vá para o almoço, o restaurante é bonito, modernex, mas é grande, tem um pegada mais casual, e a vista de dia é o plus.

foto ig 2

IMG_6234

A comida estava gostosa, fomos de nhoque com assado de tira trufado e churros de sobremesa, mas tenha em mente que as entradas e pratos são grandes demais e o atendimento um pouco perdido.

ragout-de-asado-de-tira

IMG_4507

Ox

IMG_6540

IMG_6505

IMG_6506

Outro restaurante para ir no almoço. Churrascaria deliciosa, bem frequentada e cheia. Escolha a carne e o acompanhamento da sua preferência porque tudo que pedimos veio perfeito. E para finalizar, peça o cafezinho e volte a ser criança com o prato de algodão doce.

IMG_6504

IMG_6512

Osaka
IMG_6992

IMG_6994

IMG_6996

Não é nenhuma novidade, ainda mais que temos esse oriental peruano no Brasil já faz algum tempo. Mas fomos e estava ótimo, ambiente claro demais e com uma carta de saque restrita demais, mas sentamos no bar e provamos delícias e mais delícias. Aproveite e chegue um pouco antes para tomar um drink no bar do W, sempre um agitinho.

IMG_6991

Boragó

FullSizeRender (2)

IMG_7002

IMG_7011

IMG_6473
IMG_7003

ocio

Foi saber que ele é o segundo restaurante na lista dos 50 melhores da América Latina e oitavo do mundo que a blogueira em mim se oriçou. Devo dizer que não sou crítica de nenhuma restauranter, embora adoraria, mas, pra mim, filosofia não justifica nem se sobrepõe ao paladar.

IMG_6472

IMG_6474

IMG_7008

IMG_7009

IMG_6477

O restaurante com decor simples e rústico, abre apenas para o jantar com menu surprise de 6 ou 12 pratos que enfatiza a natureza, cozinha chilena, assim como as técnicas. Uma experiência única para ir pelo menos uma vez na vida, com pratos super inventivos e aspecto surprendente. Mas, na minha opinião sem tanto sabor, sem aquela surpresa boa que permanece no paladar e vira história. Exceto pela finalização, um suspiro mentolado que nos deixou soltando fumaça pelo nariz como dragões de hálito fresco!!! E o preço mais salgadinho que os demais.

IMG_7010

IMG_7012

Ambrosia

IMG_7020

IMG_7021

Restaurante de uma chef e uma sommelier, bela união! Também entre os 50 melhores da América Latina e do mundo, lá pelo número 30. Ele fica num bairro mais afastado em uma casa com jardim que é um charme e com interior mais moderninho e despojado. O cardápio pequeno tem foco em carnes, como cordeiro, porco, cervo. Provamos o cervo e o ragu de cordeiro, ambos bem gostosos. Uma bem-vinda confort food pós-cozinha de sobrevivência.

IMG_7022

IMG_7023

IMG_7024

IMG_7025

Santiago de Dia

IMG_6998

IMG_6457

Quanto aos passeios, a Igreja da Plaza de Armas é linda! O mercado central nem de longe vale a pena. E o shopping mais charmoso é o novo Casa Costanera, bastante pequeno. Mas o verdadeiro paraíso para eles e nós foi o Mundo do Vinho, talvez porque o tal produto interno não seja belo, mas delicioso. Com a praticidade de ficar no térreo do W, eles encaixotam e mandam para o quarto suas 16 garrafas permitidas.

IMG_7001